Sexta-feira, 3 de Abril de 2009

O dia das "novidades" .....

Depois de uma tarde recheada de novidades, pelo menos para mim he he he… nada melhor que para além de descansar as pernas, lanchar num local sossegado e acolhedor….

Fui literalmente conduzida pela Analycia ao interior do Café Royale, um espaço amplo que muitas vezes passa despercebido aos olhos dos menos atentos, que é o meu caso (bem agora não achei piada)….

Adorei o espaço, um local onde nos podemos “refugiar” num fim de tarde para um café, um chá ou mesmo só para ler um livro no fantástico e convidativo terraço interior….

E não existe nada melhor para nos recompor da fadiga que um fantástico Scone com Doce de Morango devidamente acompanhado com um Chá de Botões de Rosa para mim e a Analycia um Scone com Doce de Abóbora e um Chá de Menta e Flor de Anis…. Apesar da minha relutância em experimentar é realmente delicioso para além da suavidade que nos deixa na boca, huummmm….

Entre um gole e outro a Analycia sugere que “vagueemos” um pouco pelo Chiado até há hora do jantar. Fiquei tão pasmada a olhar para ela que pensou que me tinha engasgado, he he he he ….. Como era um dia de “novidades” e sem grandes comentários disse simplesmente “Sim, claro”, e quando dou por mim já tínhamos entrado nas Igrejas da Encarnação e do Loreto e estávamos prestes a subir os degraus da dos Mártires (aiiii meus pés) …..

O ar de desconsolo da Analycia enquanto subíamos e descíamos as ruas e ruelas era notório, realmente este não é o Chiado que conheceu….. o mais engraçado é que eu não me consigo recordar do Chiado antes do fogo, nem sei se por ser pequenita se por a única imagem que me “revolta” a memória ser mesmo a nuvem negra de fumo que do alto do Castelo de S. Jorge via ao lado do meu pai e de tantos curiosos que naquela manhã de Agosto não acreditaram nas notícias que eram insistentemente relatadas nas rádios e transmitidas na televisão….

Enfim, mudando de assunto que já estou a ficar triste…..

Rapidamente chegou a hora do jantar e em noite de Teatro no Trindade o jantar não pode ser em outro lado que não seja “A Trindade”, he he he he ……. Logo à entrada achei estranho o facto de nas mesas não existirem castiçais ou mesmo pequenos suportes de velas, afinal era a noite do “apagão”, ou seja, 1 hora de poupança de energia eléctrica pelo Planeta, cuja a Cidade de Lisboa aderiu simbolicamente apagando a luz aos monumentos, pontes e edifícios públicos.

           

A Cervejaria também aderiu, he he he e quando chegou a hora os empregados ficaram todos estáticos a olhar uns para os outros e nós as duas a rir e à espera para ver o que acontecia…. O que aconteceu mesmo foi ficarmos parcialmente às escuras por 5 minutos (huummm não era uma hora????)…. Para além de eu ter entornado o café todo pela mesa he he he he, o resultado foi por o casal da mesa ao lado a rir que nem uns perdidos….. (sim Analycia já sei, já sei não volto a sair à rua contigo)…..

                      

“Acontece menina, acontece!!!” só dizia a empregada também perdida de riso, o que me fez desejar rapidamente sair dali…..

Já na rua e a caminho do Teatro constatamos que o “apagão” não foi geral!!! Pelo menos valeu a intenção……

publicado por CC às 15:25
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito


eu sou

pesquisar

 

posts recentes

O dia das "novidades" ......

arquivos

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds