Sexta-feira, 6 de Novembro de 2009

"Hedda Gabler"

              

 

Já tinha visto o cartaz a anunciar que estaria em cena no Auditório Municipal Eunice Muñoz, a peça escrita por Henrik Ibsen em 1890 “Hedda Gabler”.

 

Considerado um dos maiores textos teatrais de sempre, é uma peça fantástica onde os momentos cómicos, hilariantes e dramáticos se conjugam como uma verdadeira comédia trágica.

 

Em Portugal a sua estreia aconteceu em Lisboa no antigo Teatro D. Amélia, actual Teatro S. Luiz, no dia 22 de Abril de 1898, pela companhia de Teatro Italiana de Eleonara Duse, onde a pópria actriz desempenhou o papel de “Hedda Gabler”….

 

Hedda Gabler, papel desempenhado por Sofia Alves, é uma jovem aristocrática filha de um general, que mesmo abalada com a morte do General Gabler seu pai começa a sentir que os seus tempos de juventude estão a terminar, resolvendo então casar com um historiador de nome Tesman (Guilherme Filipe) oriundo de uma pequena família burguesa.

 

Tesman historiador dedicado foi criado por uma tia, Julianne, (Elisa Lisboa) com o apoio de uma criada, Berta (Maria Dulce) que tem algumas dificuldades em aceitar o casamento do “menino” bem como as ordens da nova “Senhora”.

 

Contudo este casamento está longe de ser o que Hedda teria imaginado para si começando a sentir-se lentamente frustrada e um pouco perdida. A sua vida de casada com uma pessoa como o Tesman, não era o que realmente tinha sonhado, começando a complicar-se ainda mais quando um seu antigo apaixonado, Lovborg (Paulo Rocha) e velho amigo do seu marido resolve aparecer na cidade.

 

Lovborg regressa à cidade, apôs o lançamento do seu livro que é um grande sucesso e aparentemente refeito do seu antigo vício pelo álcool. Mas infelizmente para Hedda, existe uma nova mulher na vida de Lovborg, Thea Elvsted (Ana Rocha) que é ao mesmo tempo casada com um Procurador.

 

Todavia tudo na vida de Hedda se complica ainda mais quando um velho amigo da família, Brack (Victor de Sousa), a tenta seduzir e que mais tarde aproveita um deslize de Hedda e tenta obrigá-la a ser sua amante….

 

É uma peça que mesmo sendo grande consegue nos inebriar de tal maneira na sua história que muitas vezes cheguei a pensar se não faria parte dela???

 

Ainda me ri ou pouco com uma observação que ouvi de uma “menina” que se tinha sentado ao meu lado e que, ainda não tinha terminado o segundo conjunto de falas, já dizia para o seu acompanhante “não estou a perceber nada”!!!! Nem sei como não lhe estendi a Sinopse da peça que tinha nas mãos, realmente he he he ….

 

Normalmente quando não sabemos ou não conhecemos as peças teatrais que vamos ver é sempre bom ler um pouco da Sinopse que é disponibilizada na bilheteira para não fazermos “figuras” como aquela mocinha fez ou até mesmo como eu própria já fiz….. Claro que quando comentei com a Analycia esta observação ela soltou uma gargalhada e disse “há mais ou menos um ano eras tu a fazer aquele tipo de observações!!!”… Ora aí está uma grande verdade, he he he ...

 

Eu adorei e recomendo vivamente a quem tenha oportunidade de a assistir, a peça é excelente e o elenco de actores maravilhosos!!!!

publicado por CC às 17:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito


eu sou

pesquisar

 

posts recentes

Vamos falar de teatro #10...

"Hedda Gabler"

arquivos

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds