Quarta-feira, 24 de Agosto de 2011

Só a mim mesmo ....

Começo a achar que existem dias que não vale a pena sair de casa. Pareceu-me mesmo que “alguém” tinha uma necessidade de tal forma urgente de falar comigo que ficou só pelo pensamento, levando a que o meu dia fosse pior que uma comédia…


Ontem então foi demais desde que sai de casa de manhã até quando cheguei ao fim da tarde, prolongando-se por noite dentro, ou seja um aborrecimento constante.


De manha ainda aceitei que a minha falta de cafeína no sangue levasse a que simplesmente “esbarrasse” contra todas as pessoas que passavam por mim, mas rapidamente constatei que afinal o problema era o meu vestido vermelho que teimava em esvoaçar com o vento, atraindo todos contra ele…


Durante o dia consegui a fantástica proeza de deixar cair tudo o que pegava. Uma autentica manobra de malabarismo misturada com a minha considerável falta de jeito resultando em pastas de arquivo danificadas, documentos espalhados, dedos “carimbados”, copos partidos, resumindo uma autentica festa, de tal maneira que já me diziam “não mexas em mais nada, está bem???”


Já amaldiçoava quem tanto me queria falar e ainda não tinha ligado, bolas que irritação…


Mas as minhas proezas estavam longe de acabar, sim porque eu achei que o padeiro do supermercado onde compro o pão, tinha amassado mal a massa e no caminho da caixa perdi a conta às vezes que aquele bendito saco do pão caiu ao chão. Isto para não falar da carteira ter caído duas vezes e na segunda ter me obrigando a andar literalmente de “rabo para o ar” à procura da chave do carro debaixo da prateleira, humpffff…


Claro que quase saí a voar daquele supermercado, tal não era a vergonha e escusado será dizer que quando fui para comer o pão ele parecia que tinha andado na guerra, tal não eram as “amassadelas”….


Como aqui a menina jeito para a cozinha não tem muito, em dias como estes a coisa agravasse e não me ter queimado no tacho onde fazia o jantar foi mesmo por uma “unha negra”, fiquei de tal maneira irritada que já nem me apetecia comer “será possível que tudo me caí, que m****”


Tentando não me chatear mais e depois de lá conseguir comer, fui apanhar a roupa que tinha estendido aproveitando a noite que estava fantástica, bem isto até uma peça de lingerie achar que tinha que ter também o seu minuto de protagonismo e sair disparada das minhas mãos indo cair na caixa do estore da vizinha de baixo. Depois de ter contado até 10 três vezes para me conseguir acalmar, lá comecei a pensar como haveria de apanhar a minha lingerie sem incomodar a vizinha àquela hora.


O problema é que não tinha nada que fizesse de “gancho” para a conseguir agarrar, até que me lembrei que o meu aspirador tem um cano comprido o suficiente para a conseguir apanhar. Realmente que ideia mais parva mas tinha que tentar, por isso os que ontem ouviram barulho de aspirador depois das 22h30 sim era eu a “pescar” lingerie, humpffff….

 


Por isso continuo a dizer que quem quer falar comigo telefone, mande e-mail, SMS. MMS, sinais de fumo o que quiser mas que fale de uma vez, irraaaa…


publicado por CC às 16:50
link do post | favorito

eu sou

pesquisar

 

posts recentes

Happy 2013!!!

Polar Post Crossing 2012 ...

Merry Christmas!!!

É hoje????

Polar Post Crossing 2012

Realmente... ai

Aiiiiii ...

Happy New Year !!!...

Já???

I wish a ...

arquivos

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds